Planejamento Tributário – Evento

Planejamento tributário: qual o melhor regime para o seu negócio?

Com a proximidade do final do ano, as atenções se voltam para os planejamentos tributários, um dos principais direcionamentos para a tomada de decisões estratégicas para a empresa.

Este foi o tema do 25º Partners Business, que na última quinta (25) reuniu cerca de 30 pessoas no escritório da Seteco, entre sócios e administradores de clientes do escritório de contabilidade.

Na palestra, Francisco Peroni, Diretor Operacional, e Soraia Nogueira, Gestora Contábil e Fiscal da Seteco, também falaram sobre as alternativas dos diferentes regimes de tributação (Lucro Real, Presumido ou Simples Nacional).

“O período que engloba os meses de novembro a janeiro é ideal para fazer contas, olhar para dentro da companhia, desenvolver o orçamento de 2019 e principalmente, analisar a expectativa do negócio avaliando se vale a pena permanecer ou trocar o enquadramento tributário”, explicou José Maria Chapina Alcazar, presidente da Seteco, que também participou do encontro.

Ele ainda ressaltou a importância de se manter os controles internos com o todo o rigor, independente do regime, para evitar problemas futuros com o Fisco.

Planejamento tributário e a importância da contabilidade

De acordo com Soraia Nogueira, ao pensar nas estratégias para o próximo ano, em conjunto com a sua equipe de contabilidade, o empresário deve responder algumas perguntas. “Qual é a sua margem de lucro para 2019? Qual é o melhor regime tributário para o negócio? O Simples Nacional simplifica mesmo a minha vida? Com estas respostas em mão, basta traçar as estratégias para o ano seguinte”, afirmou a gestora.

Neste cenário, a contabilidade tem papel fundamental. Além de fornecer informações úteis para auxiliar nas principais tomadas de decisão, o contador pode ajudar a entender a atual situação da empresa de acordo com o regime em que ela está inscrita, considerando cálculos de tributação, lucro, custos com pessoal, operações fiscais, entre outros elementos.

“Envolva sempre o contador nas decisões mais estratégicas. Somente ele é capaz de te dar uma ampla visão do negócio e alertar para cargas fiscais e tributárias que estão dentro da lei”, ressaltou Francisco Peroni.

Comparação dos regimes

Um dos pontos que mais causam dúvida durante o planejamento tributário é o enquadramento da empresa. Na palestra, os participantes puderam entender quais as principais diferenças entre eles e atestar, com exemplos práticos, o que poderia ser melhor para o seu negócio.

O Simples Nacional, apesar do nome, é hoje um dos regimes mais complexos. Exige diversos cálculos com muita frequência e é indicado para empresas que possuem folhas de pagamento de grande porte”, explicou Soraia. Segundo ela, a dica é sempre checar se a empresa está pagando todos os impostos dentro da lei mantendo o seu padrão de lucratividade.

Outras opções são o Lucro Presumido e o Lucro Real. No primeiro, como o próprio nome diz, as margens de lucro são presumidas (32% para atividades de prestação de serviços e 8% para as comerciais). Já no Lucro Real, a tributação é calculada sobre o lucro líquido do período de apuração, considerando valores a adicionar ou descontar conforme as compensações permitidas pela lei.

Dentro do Lucro Real temos duas opções que se diferenciam pela base de cálculo do IRPJ que é aplicada: Anual e Trimestral. O fluxo de caixa da empresa, bem como um orçamento bem pensado podem ajudar a entender qual opção se enquadra mais na realidade financeira de cada empresa”, pontuou Peroni.

Para convidados, como Luciano Guimarães, sócio da Acesso e cliente da Seteco há 5 anos, “o evento foi muito importante para ficar por dentro das particularidades de cada regime e principalmente para ter insights para o planejamento tributário do próximo ano”.

O diretor financeiro da Faculdade Ibeco, Wlademir Rossi, também achou o evento proveitoso para diversas dúvidas sobre os diversos tributos que incidem sobre as empresas brasileiras, independente do enquadramento.

Não se esqueça: é importante que você e o contador tenham um canal direto de contato e alinhem bem os objetivos do negócio. Pensando nisso, a Seteco presta serviços personalizados de contabilidade e pode te ajudar a estruturar um planejamento tributário!